13 de jun de 2015

Reflexão sobre a mudança da personalidade das princesas da Disney!

Link da imagem
  Eu amo os filmes da Disney e sempre que um novo é lançado, corro para assistir! Esses dias eu estava relembrando uma redação que fiz quando ainda frequentava o colégio sobre a mudança da personalidade das princesas nesses filmes e, com o tempo, meu pensamento só foi se confirmando. 

  Quando escrevi a já dita redação, o filme "Valente" havia acabado de ser lançado e a personalidade de Merida era extremamente diferente das outras princesas. Para quem não assistiu o filme (eu recomendo muito!!!!), a Merida é uma princesa que não quer se casar, apesar de que seus pais já haviam até criado uma competição para decidir quem seria seu marido. 
  Queria lembrar que antes desse filme, alguns outros já vieram trazendo mudanças, com princesas menos dependentes de seus príncipes e com muito mais autenticidade nos comportamentos. No entanto, para mim, o filme "Valente" foi o ápice dessa nova proposta. Passamos o filme inteiro sem nenhum tipo de romance, mesmo ela sendo uma princesa! Ela se mostra extremamente forte e habilidosa e se tornou uma personagem muito querida, sem precisar seguir a ordem dos filmes típicos da "realeza". O foco desse filme é o amor entre a família (entre os pais e a filha), e não o amor vivido entre o príncipes e as princesas.  
  Depois de alguns anos veio "Frozen" que novamente tira o foco do romance e vira os olhos para um novo tipo de amor, o que existe entre irmãs. Ainda nesse filme, colocam a mulher em uma posição de ainda mais destaque, com o cargo de Rainha da sua terra.
  Mas o que justificaria essas mudanças?  Bom, todos sabem que a mulher vem ganhando, através de muitas lutas, o seu lugar e a sua importância nesse mundo. Cada vez mais são valorizados os seus trabalhos e esforços. Não se pode, portanto, ignorar esses avanços nos filmes. 
  As meninas não estão mais nascendo para aprender a como ser uma boa dona do lar e nem são mais ensinadas a reprimir suas expressões e sentimentos para manter a boa pose. Não! Elas (e quando falo elas também quero mencionar a mim mesma) aprendem, desde cedo, a valorizar essa nova condição que estão tendo o prazer de desfrutar e uma indústria cinematográfica que continua retendo o avanço dessas princesas e que às coloca em posição de dependência ao príncipe não iria para frente. 
  Outra coisa importante de notar é que o ideal de "amor verdadeiro" e de "felizes para sempre", tão mencionado nos filmes mais antigos está perdendo força nos dias de hoje (mesmo que ainda tenha alguns representantes kkk). Percebe-se então que essa é outra realidade que está sendo alterada nos filmes mais novos, com uma mudança de foco muito grande. 
  Bom gente, essa é minha opinião sobre o que está acontecendo nesse lindo mundinho dos filmes da Disney. Apesar de amar os filmes antigos de princesas, acredito que essa mudança seja necessária para acompanhar a alteração de mentalidade ocorrida na sociedade. Eu ainda acredito no "felizes para sempre" e acredito que eu própria estou vivendo um caso de amor verdadeiro, mas essa não é mais a visão predominante no mundo. A independência e a autenticidade são temas muito mais atuais e que também devem ser tratados nesses estilos de filmes!! <3 

Espero que tenham gostado <3 
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Respirart All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates